terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Sair
João Tiago S. F.

Quando saio de casa encho os meus bolsos de medo porque não sei se te vou ver.

Samuel Velho

4 comentários:

kadgi disse...

O cotão das horas...

Joana disse...

perfeita, mas triste.
qual medo? força!
continuo a ter muito a aprender contigo!

blonde redhead disse...

The Song of Despair

You swallowed everything, like distance.
Like the sea, like time.
In you everything sank!
It was the happy hour of assault and the kiss.
The hour of the spell that blazed like a lighthouse.
Pilot's dread, fury of a blind diver,
turbulent drunkenness of love,
in you everything sank!

Pablo Neruda

a carne do meu coração disse...

Eu estava tão perto de ti que tenho frio ao pé dos outros.

Paul Éluard